Chat

12 de jan de 2011

Sonata de Tóquio



Conhecido como um mestre do terror e do suspense japonês, o diretor Kiyoshi Kurosawa (que não tem parentesco com o grande Akira Kurosawa) constrói em Sonata de Tóquio (2008) um ótimo drama sobre as relações familiares.


A história gira ao redor da família Sasaki. O pai Ryuhei Sasaki (Teruyuki Kagawa) acaba de perder o emprego e tenta mander isso escondido da família. Taka Sasaki (Yu Koyanagi) é o filho mais velho, está cada vez mais distante da família e se inscreve como voluntário para ir para a guerra no Oriente Médio ao lado dos EUA. A mãe Megumi Sasaki (a atriz e cantora Kyoko Koizumi) é quem faz o intermédio entre Ryuhei e seus filhos. E por fim o filho mais novo Kenji Sasaki (Inowaki Kai) que quer aprender tocar piano, mas não tem o concentimento do pai, sendo assim ele usa o dinheiro da sua comida na escola para fazer aulas de piano escondido.

A crise econômica está no plano de fundo do filme, mas isso não é a questão central, pois as relações famíliares é o principal tema tratado no filme. Presenciamos relações frias, é como se cada um dentro do lar estivesse sózinho, uma família sem coesão, o que sobrevive é a aparência. E eí está um outro tema do filme, as aparência, sobretudo o personagem Ryuhei usa vários meios para a família não descobrir que ele perdeu o emprego. No entanto sua preocupação não é apenas com a família, mas a sociedade como um todo, é o medo de perder o status do bom emprego, por isso, mesmo desempregado ele sai de casa todo dia de terno e mala. Essa "aparência" não é restrita à sua família, em uma das cenas mais simbólicas do filme o pai de terno e gravata está em uma fila para pegar comida de graça e encontra um amigo, mas não assume que está desempregado. Também é marcante quando o pai consegue um trabalho como zelador e no fim do dia troca sua roupa laranjada por um terno, não só ele mas seus colegas de trabalho também.

Pontos Fortes: O filme é belíssimo em todos sentidos, inclusive nos aspectos técnicos. Um destaque especial para a fotografia e trilha sonora. Talvez parece contraditório falar de beleza em um filme tão frio, mas eu vejo a beleza do filme no sentido de transmitir sentimentos e emoções ao espectador, é como se compartilhassemos da dor daqueles personagens. O filme concorreu na categoria "Um Certo Olhar" do festival de Cannes de 2008.

Pontos Fracos: Mais um filme muito especial para mim e que eu não vejo pontos fracos. É uma história lenta, sem muita ação ou comédia (o que não vejo como pontos francos, mas totalmente de acordo com a proposta do filme), algumas pessoas podem não estar muito acostumadas com o ritmo, mas um esforço vale a pena. E se você é mole como eu se prepere para chorar um poquinho também (ou nem tão pouquinho assim).


Onde Baixar: Você pode encontrar para download por torrent pelo Btjunkie e a legenda no Open Subtitles ou Legendas. TV.

3 comentários:

  1. A legenda do filme é em português?

    Muito interessante filme meio devagar é interessante se combinada com uma história boa, e essa me pareceu muito interessante, ja li o nome desse filme em algum fansub... ele não me é estranho.

    OBS: Em minha opinião a sociedade japonesa é dada as aparências.

    ResponderExcluir
  2. Sim, em ambos os sites tem a legenda em português =)

    ResponderExcluir
  3. Já tinha ouvido falar, mas não tinha pesquisado sobre ele, como o seu ponto de vista é bom fico tentada a assistir, já que na minha opinião famílias frias assim existem de verdade, às vezes necessitam de algum empurrão para abrirem os olhos para a realidade...
    Talvez eu esteja viajando já que não vi o filme...
    Vai pra lista...

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados para evitar palavrões e ofensa ao próximo, não impeço comentários que apenas vai contra a opinião de outros mas sim aqueles que ofendem. De resto opine a vontade sobre a postagem a produção ou ator em questão.

Imagens no Tumblr

Google+ Seguidores