Chat

21 de dez de 2015

Doramas na TV Brasileira! (Happy Ending; Post.2)

Hi Minna!

Como estão? Desculpe de coração por ter sumido. Final de semestre só acaba comigo. Mas como agora estou OFICIALMENTE DE FÉRIAS vim fazer esse post, porque sim, o drama Happy Ending chegou ao fim. Vem sofrer comigo nesse post.



O drama que teve sua transmissão inicial no dia 28 de setembro de 2015 e teve seu termino no dia 2 de dezembro de 2015... no horário das 22h, de segundas às sextas, com direito a reprise no sábado às 21h30, no canal Rede Brasil (RBTV).
Ah... lembrando que essa é parte dois do post... para ver mais detalhes sobre a sinopse, site oficial da emissora, se essa emissora tem na sua operadora de TV, dá uma olhadinha aqui.
Nesse post vou citar TUDO sobre o período de transmissão e CLARO comentar o que houve de melhor no drama, falar sobre os personagens e tudo o que tem direito. Go go!

Transmissão: A transmissão da RBTV foi algo bem surpreendente. Tivemos a transmissão via site... conforme falei no primeiro post, embora a qualidade de video seja inferior a da TV e tivemos que lidar com alguns bugs, mas estamos falando de internet... e muitos acompanharam o drama por meio do site, teve na TV e na internet, então não teve desculpa pra reclamar de que não pode ver. A principio não existia reprises... mas o pessoal começou a pedir, pedir, e pedir muito no Twitter e a RBTV abriu os sábados, no horário de 21h30 para reprise do capitulo do dia anterior (sexta-feira). O pessoal da Rede Brasil teve uma participação legal no Twitter com quem acompanhava. Esperamos que venham mais projetos como esse.

Dublagem: A dublagem... ah a dublagem. Gerou fuzué no twitter? SIM! Estranhou? MUITO. Deu pra acostumar? Sim. Oi?! SIM GENTE... DRAMA DUBLADO NÃO É O FIM DO MUNDO. Claro que teve aqueles momentos que você sentia um triste desapontamento por ouvir palavras como "Fighting" ou "Saraghae" ou "Appa ou Omma" ser "assassinadas" pelo nosso idioma. Mas, entendemos e vimos o tamanho do trabalho deles, o idioma coreano é muito rápido, as palavras são curtas, imagina o trabalhão que tiveram? To metendo pedra pra quem ousou falar mal da dublagem, não é porque não estamos acostumados que vamos falar mal. Quem foi responsável pela dublagem do drama foi o estúdio Art Way... vou deixar o link do site deles no final do post caso vocês queiram saber mais sobre outros trabalhos deles. 

Audiência: Com Happy Ending, a audiência no horário das 22h até as 22h30 se manteve "alta" em comparação a outros programas da emissora. No seu ultimo dia de transmissão, a audiência teve uma média de 0,11. Uma das mais altas durante a transmissão. Embora o pessoal achou o índice considerado baixo, sabíamos que ia ser assim, mas tivemos exemplos de pessoas que nunca tinha visto dramas e acompanhou e até participou no Twitter, foi muito bom, abrindo assim as portas para novas pessoas se interessar em dramas.  Ah, vou deixar o link onde acompanhei a audiência também no final do post. Lembrando que no site fala da audiência da Grande São Paulo, nesse site não foram contabilizados os acessos do site, e nem a audiência de operadoras de TV. 

Twitter:A RBTV criou a tag #HappyEndingNaRBTV (aaan saudades dessa tag) onde você poderia comentar sobre o drama. Foi muuito bom a interação do pessoal que estava acompanhando.  Foi muito bom surtar, gritar, e conhecer algumas pessoas. Até me ajudaram com algumas informações para esse post! Inclusive, o próprio twitter da emissora deu uma interagida conosco. Resultado? Tag panfletada com sucesso.

Agora, vamos falar da historia em si!
   
A começar com nosso chefe de família, jornalista, motoqueiro, rei dos aegyo, dono das gangues do bairro, poeta, cozinheiro, esse homem mil e uma utilidades que conquistou o coração dos dorameiros brasileiro. Kim Doo Soo. Sabe aquele personagem que você odeia amar? Sim, esse personagem é o Doo Soo. A principio você quer mata-lo, quer bater na cara dele, mas depois você se apega a ele, e se emociona muito, mais muito mesmo com o personagem. Doo Soo é um requisitado jornalista investigativo, pai de família, resumindo, um ahjussi que trabalha e "cuida" da família. Mas ele descobre que está doente, e que tem pouco tempo restante de vida. Ai que começa o drama... toda lagrima possível vai ser tirada a partir desse personagem. O desenvolvimento que ele leva a partir do momento que ele descobre a doença é incrivelmente emocionante. Choi Min Soo mostrou (como sempre) que sabe arrasar na atuação. O personagem dele não tem muitas expressões, mas o modo como ele toca em aspectos únicos do personagem, nós deixa arrepiado, principalmente nas partes de tensão.

    

SunAh! A pessoa que todo mundo foi a favor e protegeu com quatro pedras no Twitter. Sério, como amamos essa mulher! Esposa de Doo Soo, tenta ao máximo apoiar ele em todas as decisões da sua vida. Mesmo com o lado de Doo Soo meio grosseiro, ela ainda se mantinha ali, sempre buscando uma melhor maneira de entende-lo e da família faze-lo entende-lo. Ela é meio que o "ponto de paz" dentro da casa. Não tinha como você odiar a SunAh, ela fazia tudo o que você queria, seja chorar até dizer chega ou dá na cara de todo mundo. Melhor pessoa pra decifrar o que a minha pessoa sentia durante assistia. A relação dela com o marido embora com o afastamento, era sempre muito explicito, era lindo. Amei a relação de ambos e como isso foi bastante focado no drama. Não só a SunAh, o melhor de dramas familiares é que eles abordam de maneira bem linda e realista a família. COMO LIDAR? Shim Hye Jin... linda demais!! QUE PELE ERA AQUELA? Sabemos como as coreanas são impecáveis quando o assunto é pele, mas essa mulher... Pra quem quer ver mais trabalhos delas, vale a pena conferir a ENORME listinha de trabalhos dela. O mais conhecido pra nós é Kill Me, Heal Me. Ela simplesmente ARRASOU.

GeumHa (So Yoo Jin) era a "primogênita" de Doo Soo, e a mais desmiolada também. Ele era casada com Tae Pyung (Park Jung Chul) e tinha uma filha de 8 anos, a Jimin. O que dizer sobre esse trio? GeumHa era uma doida varrida, mas era muito trabalhadora, e quando eu digo muito é muito mesmo a gente amava ela ... mesmo quando ela decidiu a ser poeta (só no nome né? amavamos ela em tudo... menos quando ela começa a ser retardada em relação ao Tae Pyung  que era COMPLETAMENTE O OPOSTO DELA(Tapioca, adotado pelo o público brasileiro kekeke).
    
Ah Tapioca... ódio definia o que sentíamos por ele, ódio mesmo, preguiça e mentira em uma pessoa só... é TaePyung. Maaaas ele é o que mais muda com a doença do Doo Soo. E a mudança é a melhor parte... porque vemos o amadurecimento mais esperado dos últimos tempos.
                                     
Já a JiMin a parte mais normal desses dois... como lidar com tanta fofura. Era linda, e super fofa... ainda tentava emtender como ela fazia parte desse elenco maluco.


       
 EunHa (Kim So Eun) ... aaaaah  EunHa ó menina complicada... ela estava em crise constante quanto ao futuro, mas só pelo figurino dela a gente perdoava. Ela conheceu o Goo Seung Jae (KangTa) em meio a encontros e desencontros  eles começaram a desenvolver uma "estranha" paixão um pelo o outro.
Maaaaaas foi rapidinho... o que foi muito triste, porque?


       
Do nada o menino KangTa sumiu dos capítulos... na mesma época o KangTa havia anunciado seu comeback e na mesma época foi anunciado que ele faria o remake de Secret Garden na China; no minimo por conta da agenda lotada ele se desligou do elenco de Happy Ending, deixando todos os amantes do casal chorando. O pior foi a historia mal contada que eles deram no meio do drama... Italia... hurrum... até aprece. Até porque a beleza da historia era ele né?



                      
Por falar em beleza, por ultimo o filho não menos importante, DongHa o mais novo do Doo Soo. Ele tinha o desejo de debutar (sim, se um k-idol)... mesmo tendo boas notas e a família impondo uma "vontade" dele de fazer faculdade. Achei o personagem dele
(lindo)... mas mostra uma realidade que é bem comum com quem está no Ensino Médio, que sonha fazer uma coisa mas os pais jogam a vontade deles em cima de você. E jogaram no DongHa porque ele era o que se podia dizer "a única chance da família", já que suas irmãos tinham tomado um rumo diferente. Gente DongHa fez fandom brasileiro.. conquistou o coração de todo mundo e olha que nem aparecia muito.  #QueremosDongHaDeVolta

      
Também teve o fofissimo do pai do Doo Soo... gente que ahjussi fofo que eles colocaram. Depois do Doo Soo acho que foi a pessoa que mais nos apegamos ao longo do drama, ele era COMPLETAMENTE O OPOSTO do Doo Soo e confesso que quando ele descobriu sobre a doença do filho foi muito, muito triste. E SIM CHOREI MUITO.

    
Agora, vamos falar da briga entre o passado e futuro da vida do Doo Soo com uma mulher que só fez bagunça do começo ao fim do drama. Aeran. Aeran foi a primeira namorada e primeiro amor de Doo Soo... mas com alguns acontecimentos eles se separaram e por fim depois de anos eles se reencontraram, onde descobriram que ainda tinham que esclarecer muitas coisas que o passado não tinha dado chance de ser respondidas. E muita surpresa só deixa ainda mais tenso o esclarecimento mas confuso e difícil, tanto para Doo Soo, como pra Aeran e também pra SunAh já que ela não conhecia bem ao certo esse passado. Aeran era do tipo que eu queria socar apenas pela existência... ela não é vilã só pra deixar bem claro isso aqui. As vezes eu queria que ela fosse ruim para poder odiá-la corretamente. Mas a gente entendia ela... ela tinha uma profunda dor por ser viúva, mas ela nunca conseguiu esquecer o seu primeiro amor, Doo Soo e é ai que entra a explicação de odiá-la, destruir o nosso shipp do casal principal NÃO DÁ!!!! . Ai acho que vocês conseguiram entender, certo?

NaRi e NaYeon eram filhas de Aeran. NaYeon é uma nova jornalista e primogênita de Aeran, e que tinha Doo Soo como seu grande ídolo, mas meio que ela muda de opinião quando ele se torna chefe dela... mas o que ela não sabe (e a gente também não sabia) que a relação dela com Doo Soo vai muito além de chefe colega de trabalho. Eu no começo não gostava dela, no começo ela só aprecia reclamando do Doo Soo e brigando a irmã dela... mas ao desenvolver da trama o personagem dela vai ficando bem interessante.  Graças a ela entra um "australiano" mega fofo no drama; maaaaaas isso é outros quinhentos... ah e inclusive esse australiano está no drama Sassy Go Go (assistam é muito bom)... e me parece pelo o que pessoal no twitter falou eles estão casados de verdade <3 Lindos né?

                           
NaRi era a mais nova de Aeran, ela estudava com o DongHa, e meio que deu um empurrãozinho na carreira de idol dele. Ela era bem fofa, mas infelizmente não deu muito as caras no drama.

O drama não teve acontecimentos extraordinários... afinal estamos falando de uma drama familiar. Mas foi perfeito. Foi um trabalho para todos os dorameiros. Até porque a historia não era conhecida por ninguém aqui. Nenhum fansub ainda legendou... e eu me admirei que acho que apenas um fansub estrangeiro o legendou. Algo triste, pois se trata de uma historia completamente emocionante. Mas acho que com tal sucesso pode ser alguns fansubs trabalhem nele.
Quem não teve a oportunidade de acompanhar pela transmissão da RBTV, e quiser ver, vou deixar aqui o link do fansub que legendou, está legendado em inglês e o áudio original.
         
É isso gente... espero ter gostado dessa sessão sobre a transmissão do drama Happy Ending na Tv Brasileira. Foi maravilhoso acompanhar esse drama, esperamos outras experiencias como essa!
        

Ps. (Links comentados no post)
Link do site "Art Way" que fez a dublagem brasileira de Happy Ending
Link  de onde acompanhei a audiência da transmissão do drama
Link  para o fansub (EngSub)
Link para o site oficial de Rede Brasil (RBTV)
Ps (2). As fotos usadas nesse post foram todas retiradas no site oficial da JTBC
Kissus da Tia Linne <3

Um comentário:

  1. Bacana a postagem. Não sei se algum fansub vai querer lançar ele, motivos: É um drama já licenciado no Brasil, a hora que a emissora quiser ela mesma pode fazer outros vários reprises, ou até vender os direitos de exibição para uma emissora aberta, e foi uma grande audiência mano, 0,11 somente em São Paulo isso excluindo a internet, foi um sucesso mesmo! O fato de já ser licenciado pode dar muitas complicações ao fansub por direitos autorais, pode dar processo sério. E outra o fansub busca divulgar os trabalhos para o Brasil, de modo que não tem por que divulgar algo que uma emissora já está fazendo, acaba ficando mais fácil até mesmo de comprar o dvd do drama se alguém quiser, muitas vezes vem com a opção de áudio original. Mas isso é só o que eu acho.

    Quanto ao drama, escolheram realmente um drama mediando para conquistar novos públicos, não é um dos dramas mais estranhos para brasileiros verem, o que é muito bom na minha opinião, vamos ver se a emissora vai buscar explorar mais.

    E quanto a dublagem eu ainda serei uma das pessoas relutantes a ideia, embora eu acho que para conquistar o Brasil de verdade os dramas tem que vir para as emissoras abertas e muito bem dublado, tenho certeza que os estúdios brasileiros são capazes, afinal eles são os melhores do mundo. Mas em fim, não assisto nem filme americano dublado, e outra você tem razão, dublagem é questão de costume, afinal tivemos que nos acostumar aos idiomas antes mesmo de dizermos que amamos tal drama, sempre aparece aquelas histórias que começa "no inicio era muito difícil ouvir eles falarem mas depois me apaixonei pelo drama e nem ligava mais para o idioma..." Eu mesma fiquei tanto tempo sem assistir filmes americanos dublado que quando fui ver um recente eu me assustei pacas, até cheguei a pensar que eles é que tinham cagado na dublagem do filme, mas não, eu é quem estava desacostumada a ver dublado, então é só uma questão de costume mesmo.

    Que bom que você acompanhou e gostou, valeu pela postagem é sempre bom divulgarmos essas ideias boas.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados para evitar palavrões e ofensa ao próximo, não impeço comentários que apenas vai contra a opinião de outros mas sim aqueles que ofendem. De resto opine a vontade sobre a postagem a produção ou ator em questão.

Imagens no Tumblr

Google+ Seguidores