Chat

25 de dez de 2014

Itazura na Kiss ~ Love in Tokyo

Hi Minna!
Estou de férias (yees!! Uhuul)!! Estava mesmo precisando de férias! E férias para um dorameiro, significa apenas ver dramas a madrugada inteira, não é verdade! Então, tentarei voltar aqui com mais novidades pra vocês, e pode ter certeza que volto! Bom, mas hoje vim falar de Itazura na Kiss - Love in Tokyo!
                    
Ps. Não quero desqualificar nenhuma adaptação, ate porque todas, inclusive essa tem seus lados positivos e negativos. Embora, eu tenha minhas preferencias bem explicitas nesse post, não quero trazer a imagem errada ao dorama ou a qualquer outra versão de Itazura na Kiss, e nem trazer a ira de nenhum de vocês que acompanham o Oyasumi! E também essa é a ideia do Oyasumi, falar sobre o achamos do trabalho em si.
Continuando...
Eu já assistir esse dorama faz algum tempo (pra ser sincera quando ele foi lançado ano passado), mas fiquei sempre adiando postar ele aqui no Oyasumi! Mas hoje, eu resolvi usar minha inspiração pra falar dele.  Love in Tokyo é "a mais nova aptação" de Itazura na Kiss.
                                      
 O shoujo de Kaoru Tada, que conquistou milhares de fãs, rendeu varias adaptações, em diversos países. Como a Coreia (com Playful Kiss), em Taiwan (com It Started With a Kiss), na China (com They Kiss Again) e no Japão (com Itazura na Kiss e a mais nova versão Love in Tokyo). Eu, acho que já cheguei a comentar aqui no blog que eu simplesmente sou completamente apaixonada pela historia em si. E de todas as versões, as japoneses são as mais "fieis" a historia original. PRINCIPALMENTE Love in Tokyo!
              
Eu não falarei da historia e só darei um breve resumo sobre os personagens, ate porque essa historia vocês sabem de cór e salteado. E se quiserem dar uma recapitulada a Jade já falou dele aqui (embora ela tenha falado da versão coreana, PlayFul Kiss, mas a historia é a mesma! Segue o mesmo contexto, para conferir clique aqui) . Eu vim aqui, mas pra falar sobre o elenco, a proposta do enredo, ost, e outras coisas!
    
A nossa Aihara Kotoko, interpretada por Miki Honoka, é a menina inocente, que tem apenas o pai e que sonha perdidamente com o príncipe encantado e que se depara com Irie Naoki e se apaixona perdidamente por ele. De todas as versões, Miki Honoka foi a mais fiel a Kotoko! Soube passar muito bem, o ar de menina moleca, mas ao mesmo tempo de menina apaixonada, o ar de menina engraçada, e o ar de menina chorona (sem ser ao extremo).
              
Kaoru Tada
(idealizadora de Itazura na Kiss)
O bom dessa nova versão é que a personagem teve um amadurecimento ao decorrer da trama, podemos ver que pontos que ela pensava, ou nem pensava, começa a ter sentindo na vida dela, e quem acompanhou o anime pode ter percebido isso. O que todos nós devemos ter em mente, é que a autora, Kaoru Tada, quis passar a ideia do primeiro amor como todas as meninas sonham, alguém misterioso, bonito, inteligente, e como reagimos, nos imaginando casando, construindo uma família e etc e etc (tá,  pode ser que quando assistimos não pensamos nisso, e sim em querer dar uns bons tapas na Kotoko ou no Irie, quando a inocência, ou a maldade passam o limite). E acredito que o enredo foi muito bem desenvolvido e conseguiu passar isso. Não foi aquela Kotoko exagerada, , que fazia cara de dor de barriga quando chorava, ou aquela Kotoko danadinha que não passou muito a inocência da personagem. Foi exatamente o que vimos no original, no contexto original, que soube muito bem dá lugar a tudo, e gente eu amava a caras e bocas que ela fazia.

Agora vamos para, Irie- kun:
                         
Nosso Irie Naoki, interpretado por Furukawa Yuki (pra quem não sabe ele fez algumas aparições em alguns episódios de Rich Man, Poor Woman, inclusive já falei desse MA-RA-VI-LHO-SO dorama aqui também). Ele é o destruidor de sentimentos, sério, super inteligente (com o QI maior de 200), e super, SUPER arrogante. Ameei... simplesmente amei a atuação do Yuki, eu não sei vocês, mas ele deu ate aquela ansiedade pra ver ele sorrindo, porque ele era completamente sério, e eu super identifiquei ele com o do da historia original. Manteve a tradicional imagem do personagem, traduzindo, soube fazer com que odiássemos de todo o coração ele, e fez com que amassemos, mantendo assim aquela reação de amor e ódio que temos com o Irie Naoki.

            

 E isso também se aplica a Kotoko, a personagem dela, pode ser meio agoniante e meia idiota, aqueles personagens que dá vontade de entrar na tela e dar uns bons tapas, porque ela se põe abaixo do seu amor ao Irie e o deixa facilmente intimida-la, mas, uma qualidade nessa versão é que ela pensa várias vezes no que o jeito que o Irie a trata e se vale a pena a continuar a ter algum sentimento por ele, o que também vemos no original. Ela não fica chorando pelos cantos, como se fosse o fim do mundo ele não corresponder (algo que podemos ver em Playful Kiss). Maaaas, tenho que comentar a beleza desse Furukawa Yuki, porque ele é lindo demaaais.
            
Desenvolvimento do casal na trama:
Foi o que sempre estamos o habituado, mas percebemos também que ele dá varias dicas que o Irie sente algo pela Kotoko. Talvez, não foi tão frustrante e ate gostosinho de assistir, a química do casal é bem interessante o que dá aquele gostinho de quero mais.
            
                        
Continuando com o elenco principal:   
Ikezawa Kinnosuke (Yamada Yuki) fofíssimo, sempre, em todas as versões de Itazura na Kiss, sempre torço pra ele ficar com a Kotoko (mesmo sabendo que isso não será possível) mas, gosto muito do personagem em si, eu vi esses dias, um comentário que ele é como a "versão masculina da Kotoko", em partes pode ate ser, afinal ele deixa o seu amor por ela bem claro a tudo e a todos. Na minha opinião acho que foi o melhor nesse papel em todas as versões. Bong Joon Goo (Playful Kiss) era muito imaturo, e vivia fazendo brincadeiras e Jin Yuan Feng interpretado pelo (incrivelmente lindo Jiro Wang) não teve aquela "química" com o personagem. O negocio é que ele soube fazer o papel dele muito bem e teve toda minha atenção.  Demais personagens:
                         
A doida da mãe do Irie, só eu que amo essa mulher? Ela pode ser chata, mas ela é uma chata legal (sei lá se existe isso)! Mas vocês entendem o que eu quero passar, certo?! A quem diga que ela que "empurrou" o Irie pra Kotoko. Mas, meus amados, tentem visar os sentimentos que são passados (Irie>Kotoko), ele deixa vários indícios disso, desde do inicio na turbulenta relação de ambos. Ah, também gostei dos pais de ambos, e só eu que acho que o Irie é de uma família errada? Da onde ele tirou todo aquela personalidade difícil?
               
As amigas da Kotoko são umas fofinhas! Gostei muitíssimo delas! Não é retardadas, e nem chatas, e tem o seu lugar na historia, o que também dá uma incrementada legal no dorama.
Uma super curiosidade:
Para a felicidade da nação que ama Itazura na Kiss (sim, a primeira versão a de 1996), a atriz Sato Aiko (nossa primeira Kotoko) e Kashiwabara Takashi (nosso primeiro Irie) fez uma participação especial em Love in Tokyo (amoooo)!!

                                                                 
OST:
Supeeeer ameei, completamente a cara de Love in Tokyo. Encontrei uma playlist no Youtube com todas as musicas (quem quiser dar uma conferida clique aqui, eu simplesmente amei), mas aqui eu vou deixar a musica tema pra dá uma aguinha na boca.


Onde encontrar:
Se você quiser conferir online, opção é que não vai faltar! Você pode assistir no Dopeka,  no DramaFever e na Viki (e como disse em outro post que não me recordo qual foi aqui no Oyasumi, tem a ferramenta chamada AdBLOCK que bloqueia todas as propagandas pra você que vai acompanhar na Viki ou no DramaFever, consulte se está disponível para o seu navegador e não tenha dor de cabeça). Mas, enfim, continuando, mas se você quiser baixar, está disponível pra download, no Banzai Dramas (mas precisa de cadastro), e no Sora~D Fansubs
                
                 
Bom, meus amores, é isso. Agradeço vocês que me acompanharam esse ano, e a todos aqui no Oyasumi! É um imenso prazer poder escrever sobre esse "universo" que faz parte na vida de cada um de nós! É isso, muito obrigada! E ano que vem, a Linne volta com mais dicas, surtos kkk pra vocês. Obrigada a todos, especialmente a equipe do Oyasumi.   
                                                                    ~Bye Bye! Feliz 2015! Kissus!

4 comentários:

  1. Minha sinopse de PlayFull Kiss é desanimadora para quem quer ver a história. Minha mãe ama a versão de It Startet with a Kiss então vou falar para ela ver essa versão e ver se gosta. Eu particularmente não me encanto pela história, sem falar que o gênero romance não é minha praia então não devo opinar sobre a história do mangá até por que nem li.

    Linne venho com muitos dramas dessas férias, estou louca para postar =) É bom te ter na equipe por que muitos posts seus me renderam ótimos dramas como Rich Man e Poor Woman nossa foi ótimo o drama valeu pela sinopse.

    ResponderExcluir
  2. Jade ~feliz 2015!
    Pois é, essas férias to acompanhando muitos doramas que me deixaram louquinha pra colocar aqui no Oyasumi, logo mais falo deles aqui!
    Sei que essa historia não está em sua lista favorita, mas a Nilza vai gostar e muito dessa versão!
    Ah e muito obrigada! Nessas férias reprisei com minha prima Rich Man Poor Woman, foi muito bom!

    ResponderExcluir
  3. eu amei esse drama *-* terminei ele em três dias... agora fica aquele vazio ;_;

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sei bem como é! Também sou apaixonada pela historia, e de vez em quando corro no Youtube pra ver alguns videos do drama pra matar a saudades hahahaha... mas que bom que você gostou... e aproveite e veja as outras dicas que temos no acervo do Oyasumi!!

      Kissus da Tia Linne <3

      Excluir

Os comentários são moderados para evitar palavrões e ofensa ao próximo, não impeço comentários que apenas vai contra a opinião de outros mas sim aqueles que ofendem. De resto opine a vontade sobre a postagem a produção ou ator em questão.

Imagens no Tumblr

Google+ Seguidores