Chat

11 de jan de 2012

Crocodilo


Depois de meses sem fazer nenhuma postagem aqui no Oyasumi Dramas, estou de volta com um filme sul-coreano de um diretor que está fazendo bastante sucesso nos circuitos internacionais. Estou falando do aclamado Kim Ki-duk. Crocodilo (Ag-o, 1996) é o longa-metragem de estréia do diretor. É um filme interessante por apresentar diversos aspectos que Kim Ki-duk trabalha melhor ao longo de sua carreira, mas ainda assim é um filme que deixa a desejar por sua ambiguidade.

O filme conta a história de Crocodilo (Jo Jae-hyeon), um morador de rua que vive em baixo de uma ponte à beira do rio Han. Com ele vivem um senhor idoso e um garoto ainda criança, os três formam um tipo de família. Uma noite uma garota se joga da ponte ao tentar suicídio e Crocodilo, que é um ótimo nadador, pula na água e a salva. Não sabemos nada a respeito dela, mas ela passa a viver ali, mesmo sendo um ambiente de extrema violência.

Se nos últimos filmes de Kim Ki-duk sobressai a sensibilidade, aqui é a violência que se destaca. Crocodilo é um homem violento, autoritário, que agride, estupra, trapaceia para ganhar algum dinheiro, sem mostrar nenhum sentimento de culpa ou remorso. A violência é a sua linguagem, é por meio dela que ele se expressa e se comunica com aqueles ao seu redor. A criança que vive com ele cresce de forma similar. Apresenta repúdio à personalidade arrogante de Crocodilo e o retorna com a mesma moeda ao tentar feri-lo e matá-lo. A vida à margem da sociedade não é fácil, é preciso criar estratégias de vivências, e nem sempre diz respeito à meios legais. Crocodilo e o garoto conseguem algum dinheiro graças à trapaças que pregam vendendo produtos enganosos nas ruas.

Pontos Fortes: O filme apresenta alguns dos princiapais temas abordados ao longo da filmografia do diretor, dentre eles, a violência, a vida à margem da sociedade e a sensibilidade (neste filme ainda incipiente). Crocodilo é um trabalho com uma proposta interessante que é contar uma história com um olhar humanizado para aqueles que vivem à margem da sociedade, na violência e no crime. Porém, o diretor não alcança o esperado e o filme contém vários equívocos.

Pontos Fracos: O principal problema do filme é que o diretor não é claro no que quer passar. A personagem feminina (a garota que tenta suicídio) é predominantemente passiva e se submete às violências de Crocodilo. O filme foca muito no personagem principal e esquece os outros, o que ocasiona uma negligência na trama da garota. A questões que envolvem a personagem feminina são mal abordadas e exploradas, sobretudo no que diz respeito à situação a qual a mesma estava inserida. Faltou uma visão mais crítica aí.

No geral é um filme interessante, mas que em alguns pontos deixa a desejar. Vale a pena assistir e conhecer os trabalhos de Kim Ki-duk. Em breve pretendo postar mais sobre os filmes desse diretor que eu ainda estou descobrindo.

Onde Baixar: O filme e a legenda podem ser baixados no Trixxx.



Abraço e até o próximo post pessoal!
Link

3 comentários:

  1. Um filme com uma proposta muito interessante, mas de certa forma me parece que o fim sera vago... eu nunca espero muito do fim de filmes que mostra a violência.

    Definitivamente um bom filme de domingo a tarde, ou noite, pois mais do que um entretenimento é a mensagem que é passada, quem sabe isso não humanize mais e dê uma visão nossa diferente daqueles que machucam o próximo.

    ResponderExcluir
  2. O fim até que não é ruim, é uma sequencia bem bonita, mas o desenvolvimento da trama é que é mal explorado mesmo. Vi alguns filmes desse diretor e esse não é o meu preferido. Vou ver se em breve escrevo um post sobre outros.

    ResponderExcluir
  3. Mas eu fiquei interessada no tema violência, as vezes concordo com o Carlos, as pessoas que cometem crimes não deveriam ir a um jaula e sim para um local de educação e de chances, talvez se essa pessoa tivesse tido isso desdo começo ela não seria assim.

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados para evitar palavrões e ofensa ao próximo, não impeço comentários que apenas vai contra a opinião de outros mas sim aqueles que ofendem. De resto opine a vontade sobre a postagem a produção ou ator em questão.

Imagens no Tumblr

Google+ Seguidores